Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Ambulâncias que circulem em urgência terão contraordenações arquivadas

Condutores desses veículos estão dispensados do cumprimento das regras e sinais de trânsito.
11 de Janeiro de 2019 às 14:29
INEM
INEM
Ambulância INEM
INEM
INEM
Ambulância INEM
INEM
INEM
Ambulância INEM
Os veículos que circulam em missão urgente terão as contraordenações arquivas, segundo o Ministério da Admnistração Interna.

Numa nota à comunicação social, o MAI revela ainda que as notícias divulgadas esta sexta-feira sobre o Estado não perdoar multas a ambulâncias com doentes urgentes "não corresponde à verdade".

O trânsito de veículos em missão de urgência "terão o seu processo contraordenacional arquivado se ficar demonstrado que foram observados os pressupostos previstos na lei", lê-se no comunicado. 

"O trânsito de veículos em missão de prestação de socorro ou de serviço urgente de interesse público é regulado pelo artigo 64.º do Código da Estrada, nos termos do qual se verifica que os condutores desses veículos estão dispensados do cumprimento das regras e sinais de trânsito" é ainda referido, acrescentando-se que devem sempre, no entanto, "respeitar as ordens dos agentes reguladores do trânsito".

Serviço de Saúde diz que transferência de feridos decorreu "como o previsto"

O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM) informa, em comunicado, que o processo de transferência das vítimas de nacionalidade alemã, entre o Hospital Dr. Nélio Mendonça e o Aeroporto da Madeira, decorreu "como o previsto".

"Este processo de transferência decorreu tal como estava previsto", diz o SESARAM, adiantando que foram transferidas este sábado as 12 vítimas e que uma já o havia sido na sexta-feira num avião hospital.

Das vítimas de nacionalidade alemã, por motivos clínicos, uma mantém-se hospitalizada no Hospital Dr. Nélio Mendonça, nos Cuidados Intensivos.

A responsabilidade desta transferência entre o Hospital e o Aeroporto da Madeira foi do SESARAM em articulação com o Serviço Regional de Proteção Civil, responsáveis pela disponibilização dos meios técnicos e humanos.

O SESARAM recorda que toda a operação foi articulada entre a equipa clínica do Hospital, Conselho de Administração e a equipa médica alemã.

O SESARAM informa ainda que as vítimas de nacionalidade portuguesa se mantêm internadas e estão estáveis.

Este organismo manifesta "especial agradecimento a todos os profissionais envolvidos neste incidente, sem exceção, nomeadamente profissionais de saúde, médicos e enfermeiros, psicólogos, psiquiatras, agentes de proteção civil, agentes de segurança, bombeiros, tradutores, guias, agentes, entre tantos outros, que de uma forma voluntária prestaram apoio às vítimas deste trágico acidente".

O SESARAM agradece também todas as mensagens de apoio e de solidariedade que tem recebido nos últimos dias por parte dos cidadãos madeirenses, entidades regionais, nacionais e internacionais, nomeadamente todo o apoio recebido por parte do Governo Alemão.

Um acidente na quarta-feira com um carro de turismo no Caniço, em Santa Cruz, na ilha da Madeira, provocou 29 mortos e 27 feridos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)