Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Bombeiro queimado no fogo em Castro Verde recebe alta hospitalar

Carlos Heleno estava internado há mais de um mês. Um outro operacional morreu na sequência do mesmo incêndio.
Correio da Manhã 2 de Setembro de 2020 às 20:20
Carlos Heleno, de 29 anos
Carlos Heleno, de 29 anos FOTO: DR
Carlos Heleno, o bombeiro da corporação de Cuba que ficou ferido durante o combate a um incêndio em Castro Verde, a 13 de julho deste ano, recebeu esta quarta-feira de manhã alta do hospital Santa Maria, em Lisboa.

Os Bombeiros de Cuba, corporação à qual pertence, foram buscá-lo ao hospital. Carlos deslocou-se pelo próprio pé do hospital até a ambulância, estando muito "otimista" e "bem disposto". O operacional, que chegou a estar em coma, esteve internado durante mais de um mês e meio.

Ainda durante o fogo de grandes dimensões, que deflagrou em áreas de mato e seara em Lagoa da Mó perto de Casével, um bombeiro ficou ferido no combate às chamas, tendo falecido a 30 de julho numa unidade hospitalar em Lisboa.

Carlos Carvalho, de 40 anos, apresentava queimaduras de 2º e 3º graus e acabou por não resistir aos ferimentos.

O fogo chegou a mobilizar mais de 160 operacionais apoiados por 60 veículos e provocou ainda ferimentos em mais três bombeiros de Cuba, Castro Verde e Ferreira do Alentejo.
Cuba Castro Verde Castro Verde Santa Maria Lisboa acidentes e desastres incêndios socorro ferimentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)