Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Vítima de violência doméstica vai buscar o agressor à esquadra

Homem foi detido por queixas de violência doméstica e aplicada prisão domiciliária com pulseira eletrónica.
L.O. 22 de Fevereiro de 2019 às 09:05
A carregar o vídeo ...
Homem foi detido por queixas de violência doméstica e aplicada prisão domiciliária com pulseira eletrónica.
Um homem de 37 anos foi detido pela GNR da Guarda por agressões físicas e psicológicas à companheira, no Sabugal. A investigação levada a cabo pela GNR pôs a descoberto mais um caso de violência doméstica.

A vítima é uma mulher também de 37 anos que era agredida de forma continuada na casa que partilhava com o companheiro.

A GNR recebeu a denúncia há uma semana e deteve o agressor na quarta-feira. As últimas noites do suspeito foram passadas no calabouço do comando da corporação na cidade da Guarda

O suspeito foi presente a um juiz do Tribunal da Guarda e foi-lhe aplicada prisão domiciliária com pulseira eletrónica. Após ter sido informado da medida, o arguido foi conduzido ao posto da GNR onde era esperado pela vítima das agressões. À CMTV, fonte ligada ao processo afirma temer que a vítima regresse para junto do agressor e que o cenário de violência doméstica recomece.

Foi o quinto suspeito de violência doméstica detido pela GNR no distrito da Guarda nas últimas duas semanas.
GNR Guarda Sabugal juiz do Tribunal da Guarda crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)