Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Governo promete subsídio Covid-19 para forças de segurança

Secretário de Estado anunciou que estão a ser discutidos acessos à pré-aposentação, bem como as promoções de cerca de 1500 agentes a agentes-principais.
Miguel Curado 18 de Março de 2021 às 15:10
A PSP deslocou-se ao local
A PSP deslocou-se ao local FOTO: Sérgio Lemos

O secretário de Estado da Administração Interna, Antero Luís, prometeu na manhã desta quinta-feira aos sindicatos da PSP que o ministério do qual faz parte está a pressionar, no interior do Governo presidido por António Costa, para que as forças de segurança passem a ser abrangidas pelo mesmo subsídio de risco que vai ser pago aos profissionais de saúde que estão na linha da frente do combate à Covid-19.

A portaria que vai permitir esse pagamento a médicos, enfermeiros, e outros profissionais de saúde, foi hoje publicada. Quanto às forças de segurança, Antero Luís garantiu já existir pressão tendo em vista o mesmo objetivo.

À delegação do Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP), Antero Luís revelou ainda estar a lutar para que o subsídio de risco para a PSP, previsto no Orçamento de Estado para 2021, e já aprovado na Assembleia da República, "tenha um valor que faça a diferença no salário dos polícias". "Marcámos já nova reunião para Abril, da qual sairá, esperemos, o processo legislativo para a publicação da portaria. Apesar de não ter revelado o valor, o secretário de Estado da Administração Interna comprometeu-se a que o mesmo seja relevante", disse Mário Andrade, presidente do SPP.

Para finalizar, o governante anunciou ainda que irá continuar a conversas com o Ministério das Finanças para que sejam desbloqueados acessos à pré-aposentação, bem como as promoções de cerca de 1500 agentes a agentes-principais.

Ver comentários