Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Mulher de traficante de droga recebe bens após ser absolvida

A companheira do traficante respondia no mesmo processo, mas acabou absolvida.
N.R. e T.L. 15 de Maio de 2020 às 08:36
‘Vítor  do Ouro’ foi condenado
‘Vítor do Ouro’ foi condenado FOTO: Direitos Reservados
O Tribunal da Relação do Porto decidiu levantar o arresto dos bens da mulher de Vítor Cardoso, conhecido por ‘Vítor do Ouro’ - o barão da droga condenado em primeira instância, em 2017, a nove anos e nove meses de cadeia por tráfico de estupefacientes agravado. A companheira do traficante respondia no mesmo processo, mas acabou absolvida.

A mulher do arguido já tinha tentado que lhe fossem restituídos os bens, no ano passado, mas o despacho não lhe foi favorável. Só agora viu os juízes desembargadores darem-lhe razão. Em causa estava o acesso a uma conta bancária, de que era única titular, e na qual apenas houve um depósito de uma indemnização da morte de uma filha após um acidente, assim como dois imóveis - um dos quais é propriedade dos seus pais, mas no qual vivia com ‘Vítor do Ouro’.

Em primeira instância ficou provado que Vítor Cardoso lucrou 859 mil euros com o tráfico de droga.
Ver comentários