Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Obras em Benfica afastam clientes do comércio em época natalícia

Lojas de rua estão com menos clientes do que o habitual.
Edgar Nascimento e Catarina Cardeta 7 de Dezembro de 2018 às 12:50
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Obras afastam clientes do comércio em Benfica
Os comerciantes estão indignados com as obras na Estrada de Benfica, em Lisboa, que se vão arrastar, pelo menos, até ao final do ano.

Com obras à porta do café e a esplanada vedada, Maria José Paixão revela que, apesar da quadra natalícia, os clientes são cada vez menos.

"As obras têm afetado imenso o comércio. As pessoas fogem do barulho", diz. Junto à avenida Gomes Pereira, os trabalhos decorrem há cerca de duas semanas. Segundo a Câmara Municipal de Lisboa (CML), a requalificação da Estrada de Benfica, que arrancou em outubro, divide-se em três fases, em troços de 100 metros. Os objetivos passam por melhorar o acesso aos peões e criar um canal exclusivo para transportes públicos.

Opinião diferente têm os lojistas. "Estas obras são para acabar com o pequeno comércio", lamenta Maria Emília Patrício, que critica o estreitamento da estrada. "Se os carros não podem parar", as vendas vão diminuir. Posição partilhada por Maria José Paixão: "Se vão acabar com estacionamentos, ficamos limitados aos clientes que andam a pé".

Maria João Ramos, moradora, criou uma petição para exigir mais lugares de estacionamento em Benfica. Diz que o problema não é de agora, mas que tem sido dificultado pelas obras dos últimos anos.

As multas e carros rebocados têm sido constantes e, por isso, está organizada uma manifestação para esta sexta-feira à tarde, junto ao Palácio Baldaya.

Ao CM, a Junta de Benfica garante estar preocupada e explica que já criou mais de 2000 lugares. Sobre as obras, em reunião com a autarquia, "demonstramos a preocupação com a necessidade de garantir acesso a habitações e mais locais de cargas e descargas.

A CML procurou ajustar o projeto".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)