Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Pai de Valentina manteve-se calmo durante as buscas. Foi preso e é suspeito de ter asfixiado a filha de 9 anos

Homem esteve sempre calmo durante as buscas e frequentou o café.
Tânia Laranjo 10 de Maio de 2020 às 13:07
Valentina, de 9 anos, foi morta na manhã de quinta-feira e o corpo foi encontrado este domingo a seis quilómetros de casa em Peniche. O pai, que se manteve calmo e frequentou o café durante as buscas, é suspeito de asfixiar e enterrar a filha com a ajuda da atual mulher. 

O pai da menina estaria a pensar emigrar com a madrasta e os dois meios-irmãos, ambos bebés. A criança estava perturbada também por mudar as suas rotinas.

Mudou de casa - vivia com a mãe no Bombarral - e foi alojar-se com o pai, a madrasta e os meios-irmãos em Atouguia da Baleia, em Peniche, local onde melhor podia seguir a escola através de aulas online.
pai valentina preso peniche menina morta corpo
Ver comentários