Porta-aviões Truman chega a Lisboa com 5 mil tripulantes

Gigante dos mares da marinha norte-americana chegou este sábado a Portugal e ficou fundeado no Tejo em paragem de quatro dias.
Por João Carlos Rodrigues e Sofia Garcia|11.11.18
"Trouxe cinco mil dos meus amigos mais chegados para visitar a vossa linda cidade e País e temos alguns passeios planeados e estamos muito, muito contentes por estar aqui. Sabemos que a comida é muito boa e estamos ansiosos por comprovar a hospitalidade portuguesa."

A frase é do almirante Gene Black, comandante do Strike Group 8 da Marinha norte-americana, onde se insere o porta-aviões ‘USS Harry S. Truman’, que ontem chegou a Lisboa para uma paragem de descanso de quatro dias após meses em missão, o último ao largo da Noruega, num megaexercício da NATO.
Porta-aviões americano USS Harry S. Truman atracado no Tejo

Esta é a primeira vez que este monstro dos mares – apesar de nem estar perto de ser o maior porta-aviões dos EUA, tem mais de 300 metros de comprimento e o equivalente a vinte andares em altura – está em Portugal e o tempo em que o navio vai estar fundeado no Tejo será aproveitado para uma pausa.

Os cinco mil elementos – mil dos quais são mulheres – vão poder sair do navio e relaxar antes de mais uma travessia do Atlântico.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!