Sub-categorias

Notícia

Salta de carro em andamento para fugir do marido

Mulher de 35 anos esteve 24 horas escondida num buraco, em Ponta Delgada.
Por Miguel Curado|11.08.18
Uma mulher de 35 anos teve de saltar do carro em andamento, e esconder-se durante cerca de 24 horas num buraco onde esteve ao frio e à fome, para fugir do marido que a sequestrou, ao que se pensa com o intuito de a matar. A PJ de Ponta Delgada, nos Açores, prendeu o autor dos crimes.

Foram amigos da vítima a denunciar o caso na passada terça-feira, à PSP de Ponta Delgada. A mulher não respondia às chamadas das pessoas próximas, que também não a encontravam em casa. A investigação foi passada à Polícia Judiciária que, tendo em conta o quadro de violência doméstica vivido na relação, colocou logo em cima da mesa a hipótese de sequestro e tentativa de homicídio. Enquanto as investigações se iniciavam, a vítima estava já sequestrada pelo próprio companheiro, imigrante brasileiro de 40 anos. O autor do sequestro conduziu a mulher para uma zona acidentada da ilha de São Miguel, junto ao mar. Foi neste local, ao final da noite de terça- -feira, que a mulher optou por saltar do carro em andamento.

O marido ainda parou a viatura e perseguiu-a, mas a companheira conseguiu entrar num buraco e esconder-se. Aterrorizada, permaneceu neste abrigo cerca de 24 horas até resolver sair. Populares ajudaram-na, chamando o socorro. Com fome, e em hipotermia, foi transportada ao hospital. A PJ foi informada do paradeiro da vítima e, já na quinta-feira, prendeu o autor do sequestro e tentativa de homicídio. O tribunal decretou-lhe prisão preventiva, até passar a prisão domiciliária.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!