Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Taxista português admite ter assassinado rival

Investigação em Espanha apontam para crime passional. Homem tinha relação amorosa com namorada da vítima, que também está presa.
20 de Outubro de 2018 às 11:27
Taxista português Nelson A. detido em Espanha por homicídio
Marta R.N. é suspeita da morte de namorado com ajuda de taxista português
Taxista português Nelson A. detido em Espanha por homicídio
Marta R.N. é suspeita da morte de namorado com ajuda de taxista português
Taxista português Nelson A. detido em Espanha por homicídio
Marta R.N. é suspeita da morte de namorado com ajuda de taxista português

O taxista de origem portuguesa Nelson A., de 42 anos, confessou à polícia das Astúrias ter disparado os três tiros que mataram o espanhol Iván Castro, na cidade de Langreo, no último dia 7 de dezembro. As investigações indicam que o homicídio foi um crime passional. O português ficou em prisão preventiva.

A namorada da vítima, Marta R. N., teria uma relação amorosa com o taxista na época do assassinato e a polícia verifica suspeita que foi co-autora do crime. A mulher também foi colocada em prisão preventiva na madrugada deste sábado.

As informações foram confirmadas pelo chefe superior da Polícia de Astúrias, Juan Jesús Herranz Yubero, acompanhado pela delegada do Governo em Astúrias, Delia Rosa, segundo avança o jornal La Nueva Espanha.

As autoridades ainda não encontraram a arma usada para o crime. No entanto, Herranz afirmou que as provas apresentadas são tão fortes que foram suficientes para o casal já ficar na prisão.

Iván Castro foi assassinado em dezembro de 2017 com três tiros, sendo um deles na cabeça, quando estacionava seu carro na garagem. O homem sofria de uma doença grave, pela qual não costumava sair de casa.

nelson taxista português espanha detido marta namorada ivan homicídio crime astúrias detido
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)