Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Violador apanha 11 anos por abusar da sobrinha

Recorreu da pena de 11 anos por abusar de menor. Perdeu em todas as instâncias.
Liliana Rodrigues 23 de Junho de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Recorreu da pena de 11 anos por abusar de menor. Perdeu em todas as instâncias.
Condenado, em 2017, pelo Tribunal de Braga a 11 anos de prisão por violar e coagir a sobrinha, de 13 anos, o pedófilo deu entrada na cadeia de Braga há menos de um mês para cumprimento de pena, depois de ver todas as instâncias para onde recorreu confirmarem a punição aplicada. Tem mais uma condenação - ainda por transitar em julgado - por abusar de uma outra sobrinha.

No caso agora terminado, os crimes são relativos a abusos sexuais que aconteceram na garagem do prédio onde viviam apenas familiares. O manobrador de máquinas, de 40 anos, residente no concelho de Vila Verde e pai de um menino de dez anos, nunca levantou suspeitas por se oferecer para ir buscar a sobrinha à escola, ajudando a cunhada, já que o pai da criança era emigrante.

Em 2009, passou a levar a menina de 13 anos para a garagem, onde a amordaçou e manietou com toalhas que levou de propósito para o local. Violou a menor, pelo menos, sete vezes durante um ano. E ameaçava-a que, caso contasse a alguém, faria o mesmo à irmã mais nova.

"Os abusos só findaram em agosto de 2010, em virtude de o agregado familiar da vítima ter ido viver para a região de Lisboa", depois de a menina ter contado à mãe o terror que vivia. Os tribunais entendem que o arguido - que será transferido para a cadeia de Paços - "tem fraca consciência do impacto e dos danos potenciais que a conduta provocou". Por ter armas ilegais, tem ainda de pagar uma multa de mil euros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)