Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

600 mil manuais escolares grátis não foram levantados

Auditoria do Tribunal de Contas critica reduzida taxa de livros reutilizados.
B.E. 17 de Maio de 2019 às 01:30
Auditoria do Tribunal de Contas
Manuais escolares
Manuais escolares
Aquisição de manuais escolares é uma das maiores despesas para as famílias no início de cada ano letivo
Auditoria do Tribunal de Contas
Manuais escolares
Manuais escolares
Aquisição de manuais escolares é uma das maiores despesas para as famílias no início de cada ano letivo
Auditoria do Tribunal de Contas
Manuais escolares
Manuais escolares
Aquisição de manuais escolares é uma das maiores despesas para as famílias no início de cada ano letivo
Dos 2,7 milhões de vales emitidos este ano letivo para aquisição de manuais escolares gratuitos nos 1º e 2º ciclos, 600 mil não foram levantados, revelou uma auditoria do Tribunal de Contas, sem apresentar uma explicação para este facto.

O Ministério da Educação diz que houve vouchers que foram anulados por problemas informativos e outros não foram levantados pelos pais.

A auditoria aponta o facto de apenas 107 mil manuais serem reutilizados.

Para o TdC isto põe em causa a "sustentabilidade económica" da medida. É também criticada a suborçamentação, que fez com que em março a dívida às livrarias fosse ainda de 3,1 milhões de euros.

O ME diz que já reforçou o orçamento e que vai reforçar a reutilização.
Tribunal de Contas TdC política manuais escola
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)