Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Andorinhões voam pela primeira vez

Animais foram agora libertados para a natureza, onde voaram pela primeira vez fora de cativeiro.
T.G. 18 de Agosto de 2020 às 08:28
Andorinhões libertados
Andorinhões libertados FOTO: Direitos Reservados

Cinco andorinhões que tinham ingressado, ainda crias, no RIAS - Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens, em Olhão, foram agora libertados para a natureza, onde voaram pela primeira vez fora de cativeiro.

Segundo os responsáveis do RIAS, os quatro andorinhões-pálidos e um adorinhão-preto foram encontrados "fora do ninho e sem os progenitores por perto", antes de serem transportados para o centro de recuperação onde, durante alguns meses, "foi-lhes fornecido alimento adequado e realizade treinos de voo".

As cinco aves acabaram por ser libertadas durante este fim de semana por um grupo de jovens do ATL da associação local olhanense MOJU e de alguns voluntários, altura em que voaram pela primeira vez em liberdade.

De acordo ainda com o RIAS, "é comum ingressarem no centro estas espécies" até porque são aves que nidificam em Portugal.

RIAS Investigação de Animais Selvagens Olhão interesse humano animais
Ver comentários