Professores não cedem e só aceitam negociar recuperação dos nove anos, quatro meses e dois dias

Fenprof garante que os docentes não vão cometer a ilegalidade de negociar o tempo de serviço.
Por Lusa|13.07.18
  • partilhe
  • 4
  • +

O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) disse esta sexta-feira que o Governo tem de se convencer que os docentes apenas aceitam negociar a recuperação integral dos nove anos, quatro meses e dois dias de tempo de serviço congelado.

"O Governo tem de ultrapassar a ideia de que os nove anos, quatro meses e dois dias são para negociar porque não são, não só pelo compromisso, mas por razões de ordem legal", afirmou Mário Nogueira, numa concentração de cerca de 100 professores, no Porto.

O sindicalista garantiu que os professores não vão cometer a ilegalidade de negociar o tempo de serviço.

Professores em protesto junto à Assembleia da República



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!