Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

Piratas causam prejuízo de 20 milhões

Fecho do Wareztuga foi uma das grandes vitórias.
Sónia Dias 31 de Agosto de 2015 às 21:40
Sites de partilha ilegal de ficheiros são bloqueados pela Inspeção-Geral das Atividades Culturais
Sites de partilha ilegal de ficheiros são bloqueados pela Inspeção-Geral das Atividades Culturais FOTO: Reuters

Ainda a recolher os frutos do bloqueio em Portugal do Wareztuga e do Pirate Bay – dois dos maiores sites de partilha ilegal de ficheiros –, a FEVIP - Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais diz que a pirataria continua a causar prejuízos de cerca de 20 milhões por ano à indústria do audiovisual.

"A luta continua, mas já somámos duas grandes vitórias. Fomos um dos primeiros países a bloquear o Pirate Bay através dos ISP [fornecedores de acesso à internet], por meio de uma providência cautelar", explica Paulo Santos, presidente da FEVIP.

Entre janeiro e junho de 2015, foram removidos cerca de 16 mil links – 8500 destes só de filmes – e 13 sites. Só o Wareztuga tinha mais de 8 mil obras disponíveis (cada obra representa um link). Atualmente, a FEVIP tem 28 pedidos de providência cautelar a aguardar decisão judicial.

Em julho, o MAPiNET – Movimento Cívico Anti-Pirataria na Internet, juntamente com diversas outras entidades, assinou um acordo para a proteção do direito de autor e direitos conexos, com o patrocínio da Secretaria de Estado da Cultura. A medida permite aos autores, artistas, produtores, editores e empresas de media solicitar à Inspeção-Geral das Atividades Culturais que exija aos ISP o bloqueio de sites que partilham conteúdos sem autorização.
piratas encerramento Wareztuga Pirate Bay vitórias prejuízo fecho audiovisual Internet cinema
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)