Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

AR felicita bailarino António Casalinho pela conquista de dois prémios em Lausanne, na Suíça

Bailarino português foi distinguido com o Prémio de Interpretação Contemporânea e uma bolsa de estudo.
Lusa 18 de Fevereiro de 2021 às 21:26
António Casalinho
António Casalinho FOTO: Direitos Reservados
A Assembleia da República aprovou esta quinta-feira, por unanimidade, um voto de saudação ao bailarino António Casalinho, distinguido com o Prémio de Interpretação Contemporânea e uma bolsa de estudo na competição internacional de bailado Prix de Lausanne, na Suíça.

Em 06 de fevereiro, António Casalinho foi duplamente distinguido com o Prémio de Interpretação Contemporânea e uma bolsa de estudo na competição internacional de bailado Prix de Lausanne, na Suíça.

"Com mais esta distinção, este jovem bailarino com 17 anos e nascido em Leiria, conseguiu o extraordinário feito de ter vencido quatro dos principais concursos de dança do mundo", refere o voto apresentado pela Comissão de Cultura e Comunicação, que salienta que "António Casalinho consolida a entrada de nomes portugueses nas grandes competições internacionais do bailado".

"O seu mérito e potencial que tem vindo a converter em feitos louváveis, merecem o reconhecimento da Assembleia da República, ao transpor-se não só a si, mas também Portugal, além-fronteiras", lê-se na iniciativa.

Com esta aprovação, "a Assembleia da República saúda e felicita António Casalinho pela conquista do Prix de Lausanne e enaltece o papel determinante que o Conservatório Internacional de Ballet e Dança Annarella Sanchez e os seus professores têm desempenhado na formação de bailarinos profissionais".

Os deputados destacam igualmente que "o empenho, dedicação e qualidade estética das suas atuações têm vindo a ser sucessivamente reconhecidas em diferentes partes do mundo", e consideram que "os prémios obtidos são disso exemplo".

"Em 2014, em Paris, venceu o Hope Award-Grand Prix como melhor bailarino do concurso; nos EUA, em 2016, obteve o prémio Youth America Grand Prix na categoria de juniores; é distinguido com o Varna International Ballet Competition, na Bulgária em 2018 vencendo a medalha de ouro na categoria de juniores e o prémio de bailarino mais jovem e promissor e o Grand Prix Varna; em 2019, no maior concurso de dança da China, obtém o Grande Prémio do BIBCC -- Beijing International Ballet and Choreography Competition, entre mais de 150 participantes", elencam.

António Casalinho foi um dos seis jovens finalistas distinguidos com bolsas pela 49.ª edição do prémio, à qual concorreram inicialmente 82 candidatos, destes, 78 chegaram à fase competitiva e 20 acederam à final, que decorreu nesse dia por vídeo, segundo a página 'online' do concurso internacional.

Os seis distinguidos com bolsas terão a possibilidade de escolher uma escola ou companhia de dança parceiras do Prix de Lausanne.

O Prix de Lausanne, um dos mais importantes galardões dedicados à dança, foi criado em 1973, e é gerido pela Fondation en Faveur de l'Art Chorégraphique.

Ver comentários