Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Morreu o escritor Tom Wolfe aos 87 anos

Escritor estava internado no hospital devido a uma infeção.
Lusa 15 de Maio de 2018 às 16:18
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
O escritor e jornalista norte-americano Tom Wolfe, autor de "A fogueira das vaidades", morreu na segunda-feira, num hospital de Manhattan, aos 87 anos, avançou esta terça-feira o jornal The New York Times.

Como o descreve aquela publicação, Tom Wolfe foi um jornalista inovador cuja prosa tecnicolor e exageradamente pontuada deu vida a surfistas californianos, personalizadores de carros, astronautas e caçadores de 'status financeiro' em obras como "The Kandy-Kolored Tangerine-Flake Streamline Baby," "The Right Stuff" e "Bonfire of the Vanities" (editado em Portugal como "A fogueira das vaidades").

A morte do escritor foi confirmada pela sua agente, Lynn Nesbit, que afirmou que Wolfe tinha sido internado com uma infeção.

Tom Wolfe vivia em Nova Iorque desde 1962, quando integrou o New York Herald Tribune como repórter.
Manhattan Tom Wolfe Estados Unidos escritor livros
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)