Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Escutas tramam cabecilhas da Juve Leo e Fernando Mendes

GNR apanha mais quatro membros da claque envolvidos nas agressões na Academia do Sporting.
Tânia Laranjo e Manuela Guerreiro 6 de Junho de 2018 às 23:41
Fernando Mendes
 Fernando Mendes, antigo líder da Juve Leo
Adeptos encapuzados atacaram Academia do Sporting, em Alcochete
Academia de Alcochete
Adeptos de cara tapada invadiram Alcochete
Adeptos de cara tapada invadiram Alcochete
Fernando Mendes
 Fernando Mendes, antigo líder da Juve Leo
Adeptos encapuzados atacaram Academia do Sporting, em Alcochete
Academia de Alcochete
Adeptos de cara tapada invadiram Alcochete
Adeptos de cara tapada invadiram Alcochete
Fernando Mendes
 Fernando Mendes, antigo líder da Juve Leo
Adeptos encapuzados atacaram Academia do Sporting, em Alcochete
Academia de Alcochete
Adeptos de cara tapada invadiram Alcochete
Adeptos de cara tapada invadiram Alcochete
Fernando Mendes, antigo cabecilha da claque do Sporting Juventude Leonina, foi detido esta quarta-feira durante uma operação da GNR no Centro de Lisboa.

A operação levada a cabo pela GNR e Divisão de Investigação Criminal da PSP de Lisboa envolveu 15 elementos da força militarizada, levou à detenção de mais três pessoas ligadas à claque: entre eles estão Nuno Torres, o homem que conduziu o BMW azul que entrou e saiu da academia, com autorização, no dia das agressões, e um outro homem conhecido por ‘Aleluia’.

Os agora detidos encontravam-se sob escuta logo após os incidentes na Academia do Sporting, que resultaram em violentas agressões aos jogadores e à equipa técnica leonina.

A GNR realizou ontem à tarde quatro buscas distintas nas residências dos detidos no Centro de Lisboa. Na sequência das agressões em Alcochete acabaram por ser presos 23 elementos, que se encontram em preventiva por associação terrorista, sequestro e ofensas corporais agravadas.

Fernando Mendes já tinha estado envolvido numa altercação no aeroporto da Madeira, quando o Sporting enfrentou o Marítimo. Na ocasião envolveu-se com jogadores do Sporting, que viria a ameaçar com um encontro futuro na academia.

E foi o que aconteceu quando, na tarde de 15 de maio, cerca de 50 homens irromperam pelas instalações do Sporting, encapuzados e armados com cintos e paus, e espalharam o terror.

Bas Dost foi um dos nomes mais evidentes do ataque, e acabou por jogar a final da Taça de Portugal com a cabeça ligada.

Os detidos deverão ser hoje ouvidos no Tribunal do Barreiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)