Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Atraso de relatório sobre escândalo das festas no Reino Unido causa preocupação

Boris Johnson garante que o governo não está a tentar suavizar conclusões da investigação.
Ricardo Ramos 28 de Janeiro de 2022 às 08:25
Boris Johnson negou qualquer tentativa de branqueamento da investigação
Boris Johnson negou qualquer tentativa de branqueamento da investigação FOTO: CARL RECINE/reuters
O atraso na publicação do relatório sobre as festas ilegais em Downing Street durante o confinamento está a causar alarme entre a oposição britânica e os críticos de Boris Johnson, que suspeitam que o governo poderá estar a tentar suavizar as conclusões da investigação para ‘safar’ o primeiro-ministro.

Segundo várias fontes, o relatório era para ter sido publicado na terça-feira, mas até esta quinta-feira à noite ainda não tinha visto a luz do dia. A demora está a causar inquietação, com alguns analistas e críticos do PM a sugerirem que o governo está a tentar branquear as conclusões da investigadora Sue Gray para “suprimir ou suavizar” pormenores que poderão prejudicar Boris Johnson, que é acusado de ter estado presente em várias festas que violaram as regras de confinamento durante a pandemia.

O próprio primeiro-ministro foi esta quinta-feira obrigado a vir a público negar que a demora esteja a ser provocada pela interferência do governo e garantir que ninguém do seu gabinete conhece o teor do documento. Boris Johnson prometeu ainda que o relatório será tornado público na sua totalidade, sem qualquer tipo de cortes ou censura, e que irá ao Parlamento dar explicações assim que receber o documento, o que poderá acontecer só na segunda-feira, já que os Comuns não têm sessão agendada para esta sexta-feira.
Ver comentários
}