Banco Mundial e tecnologia são cruciais para acabar com fome no mundo

Número de pessoas subnutridas aumentou de 804 milhões em 2016 para cerca de 821 milhões em 2017.
13.10.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O secretário-geral da ONU disse este sábado em Bali, Indonésia, que a tecnologia e o Banco Mundial são cruciais para erradicar a fome que continua a crescer no mundo, em especial em África e na América do Sul.

"Estamos hoje a viver um paradoxo: observamos o crescimento da economia a nível global, um decréscimo da pobreza, mas a fome continua a aumentar", afirmou António Guterres numa conferência em Bali, no âmbito dos Encontros Anuais do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial.

O líder da ONU descreveu como "crucial a colaboração estabelecida com o Banco Mundial", para assegurar fundos, bem como uma crescente introdução da tecnologia para garantir uma resposta cada vez mais rápida.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!