Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Culpa recai no capitão

Mohammed Malek bebeu vinho e fumou haxixe no barco.
Mafalda Carvalho e R.R. 23 de Abril de 2015 às 17:22
Comandante do navio (ao centro) é responsabilizado por tragédia
Comandante do navio (ao centro) é responsabilizado por tragédia FOTO: Darrin Zammit Lupi/Reuters
O capitão da embarcação que naufragou no domingo ao largo da Líbia, com cerca de 900 imigrantes a bordo, estaria a comandar enquanto bebia vinho e fumava haxixe.

A informação foi avançada por um jovem de 17 anos que sobreviveu ao naufrágio. O rapaz acrescentou que Mohammed Ali Malek, ao avistar o cargueiro português ‘King Jacob’, abandonou o leme para se misturar com os imigrantes, passar despercebido e ser repatriado.

O Ministério Público de Catânia considerou Malek o principal responsável pela tragédia e acusou-o de sequestro de pessoas, já que centenas de passageiros viajavam trancados em compartimentos. Esta acusação junta-se à de naufrágio involuntário, múltiplos homicídios involuntários e favorecimento da imigração ilegal.
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)