Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Donald Trump defende negócio na Rússia

Presidente dos Estados Unidos nega ilegalidade de plano imobiliário em Moscovo.
Francisco J. Gonçalves 1 de Dezembro de 2018 às 10:13
Donald Trump e Vladimir Putin
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump e Vladimir Putin
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump e Vladimir Putin
Donald Trump
Donald Trump
A Trump Organization queria oferecer ao presidente russo, Vladimir Putin, um apartamento de mais de 40 milhões de euros na Trump Tower de Moscovo, que não chegou a ser construída.

A revelação surgiu esta sexta-feira, um dia depois de Michael Cohen, antigo advogado do presidente dos EUA, confessar que Trump manteve negociações sobre o projeto de Moscovo até junho de 2016, quando as primárias para a nomeação do candidato presidencial republicano já decorriam há quatro meses.

Trump defendeu ontem, no Twitter, a legalidade do projeto, assegurando que era conhecido de todos.

Reiterou ainda acusações de ‘caça às bruxas’ contra a comissão Mueller, que investiga o alegado conluio entre a sua campanha presidencial e a Rússia.

Mas Trump não explicou porque mentiu ao dizer que o projeto foi abandonado em janeiro de 2016.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)