Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Exposição "Spaces in Between" reúne obras de 14 artistas africanos em Lisboa

É organizada pela galeria This is Not a White Cube, de Luanda.
16 de Maio de 2019 às 17:41
Edição da ArcoLisboa em 2017
Edição da ArcoLisboa em 2017 FOTO: Lusa
Uma exposição intitulada "Spaces in Between", com obras de 14 artistas de países africanos, vai ser inaugurada na sexta-feira, em Lisboa, no quadro da programação paralela da ARCOlisboa 2019.

Organizada pela galeria This is Not a White Cube, de Luanda, em Angola, a exposição, com inauguração prevista para as 21h30, apresentará obras de artistas de oito países africanos e da diáspora.

Esta galeria foi uma das seis selecionadas, este ano, para o programa especial África em Foco na ARCOlisboa, e apresenta-se também, nesta exposição paralela, com obras que exploram as áreas de pesquisa, criação e colecionismo africano.

Parte destes artistas internacionais apresenta pela primeira vez os seus trabalhos em Portugal, até ao dia 29 de maio, num palacete em ruínas, futuro Hotel Boutique, na rua da Madalena, na baixa de Lisboa.

A mostra inclui obras de fotografia, escultura, pintura, ´mixed media´, performance e instalação, de artistas de diferentes gerações, contextos geográficos e percursos profissionais.

Dividida em três núcleos, "pretende evidenciar trabalhos e práticas que se centrem numa política antirracista, feminista, diaspórica e de reinvenção, habitando espaços arquiteturais, identitários e de memória, afetivos e imaginários", segundo a curadoria.

Na inauguração, decorrerá uma performance artística de Januário Jano, designada "Homo Supper", com cerca de 30 minutos, e a participação de dois artistas presentes na Bienal de Veneza, em representação de Moçambique.

São eles Gonçalo Mabunda e Filipe Branquinho, cujo trabalho aborda questões do foro social, debruçando-se sobre a realidade de Moçambique, especialmente os modos de vida da população, as mitologias e as dinâmicas urbanas.

Entre outros artistas, estarão presentes obras de Mónica de Miranda, uma artista da diáspora angolana, finalista dos prémios Fundação EDP 2019, que apresenta nesta exposição obras do projeto "Panorama" exibido em Londres, em 2017, e em Luanda, em 2018.

A galeria This is Not a White Cube estará até domingo na secção principal da ARCOlisboa, com quatro artistas africanos: Januário Jano e Cristiano Mangovo (Angola), Gonçalo Mabunda (Moçambique) e Patrick Bongoy (República Democrática do Congo), que apresentam obras de pintura, fotografia, escultura e instalação.
Spaces White Angola Between África This Cube Luanda Januário Jano Foco na ARCOlisboa Portugal Hotel Boutique
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)