Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Presidente do PE quer divisão das responsabilidades

Schulz quer que a responsabilidade com os imigrantes seja dividida por todos os Estados-membros.
23 de Abril de 2015 às 18:08
O Presidente do Parlamento Europeu quer mais cooperação entre os países
O Presidente do Parlamento Europeu quer mais cooperação entre os países FOTO: Zoltan Gergely/EPA
O presidente do Parlamento Europeu (PE) apelou, esta quinta-feira, em Bruxelas para uma divisão mais justa entre os Estados-membros da responsabilidade com imigrantes, sublinhando que a falta de uma política comum de asilo transforma o Mediterrâneo num cemitério.

"A ausência de uma política de asilo e imigração verdadeiramente europeia está a transformar o Mediterrâneo num cemitério", disse Martin Schulz, intervindo na reunião do Conselho Europeu extraordinário dedicado ao tema dos fluxos migratórios no Mediterrâneo.

Para o presidente do PE, a gestão das fronteiras externas europeias é uma responsabilidade comum, apelando, assim, à Comissão Europeia para que apresente em maio uma proposta "ambiciosa e abrangente" sobre políticas de asilo e imigração.

"Itália, Malta Grécia, Chipre e Espanha são diretamente afetados pela chegada de refugiados por mar porque são portas de entrada na Europa", lembrou Schulz.

Por outro lado, quatro Estados-membros receberam quase dois terços de todos os pedidos de asilo: Alemanha, Suécia, Itália e França e, destes, a Alemanha foi o principal país de acolhimento.

"Claramente, precisamos de encontrar uma divisão de responsabilidades mais justa no espírito da solidariedade europeia. Porque não é justo que os países com fronteira do Mediterrâneo tenham que lidar sozinhos com a imigração", adiantou.

Para Schulz, há que combater as causas da imigração, o que inclui maior cooperação com os países de origem e de trânsito e o combate às redes de tráfico de pessoas.

"Os traficantes criminosos estão a enriquecer à custa da miséria de outros e a pôr as vidas deles em risco", salientou o presidente do PE.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)