Terrorista que matou 49 pessoas na Nova Zelândia visitou Portugal

Brenton Tarrant conta que visitou vários países europeus e diz que foi na Europa que começou a planear ataques.
Por F.J.G.|16.03.19
O terrorista que matou 49 pessoas em ataques a mesquitas na Nova Zelândia visitou Portugal durante um périplo pela Europa que o terá inspirado a fazer o massacre.

Num manifesto de mais de 70 páginas que partilhou na Internet, o australiano Brenton Tarrant, de 28 anos, conta que foi o terrorismo radical islâmico a motivá-lo a fazer os ataques.

"Estava a viajar como turista na Europa ocidental, em França, Espanha, Portugal e outros países", lê-se no documento, no qual conta o que o levou a decidir usar a violência contra os muçulmanos: "O primeiro acontecimento que começou a mudar-me foi o atentado em Estocolmo, a 7 de abril de 2017. Foi mais um ataque terrorista de uma lista aparentemente infindável [...] Mas, por alguma razão, este foi diferente".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!