Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Tumultos na chegada de Lula à prisão de Curitiba fazem nove feridos

Antigo presidente do Brasil começou a cumprir a pena de 12 anos por corrupção.
J.C.M. e Lusa 8 de Abril de 2018 às 08:26
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos
Chegada de Lula a Prisão de Curitiba marcada por tumultos

Lula da Silva chegou na noite deste sábado (madrugada de domingo em Portugal) à prisão de Curitiba, para começar a cumprir a pena de 12 anos de prisão a que foi condenado.


O líder petista entregou-se à polícia federal em São Bernardo do Campo, perto de São Paulo, pelas 19h00 e seguiu de avião e depois de helicóptero para Curitiba, onde o esperava uma cela especial na sede da Polícia Federal nesta cidade do sul do Brasil.

Centenas de pessoas aguardavam pela chegada de Lula, que foi tumultuosa. Nove pessoas ficaram feridas, incluindo uma criança e um polícia, em incidentes no exterior da sede da Polícia Federal brasileira.


De acordo com fontes da Polícia Militar citadas pelo portal de notícias da Globo, G1, e pela agência Efe, os incidentes ocorreram quando aterrou nas instalações da sede da Polícia Federal (PF) o helicóptero que transportava Lula da Silva, tendo explodido dois supostos petardos no meio da concentração de simpatizantes do antigo chefe de Estado.

Os agentes federais que se encontravam no interior das instalações da PF responderam lançando gás lacrimogéneo, obrigando os apoiantes de Lula da Silva a dispersarem-se pelas ruas.

Portugal Curitiba Polícia Federal São Paulo Brasil São Bernardo do Campo Polícia Militar Globo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)