Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Agente de execução de Águeda assume rombo de 200 mil euros

Arguida, de 53 anos, responde por um crime de peculato.
Correio da Manhã 15 de Setembro de 2021 às 08:49
Tribunal de Aveiro
Tribunal de Aveiro FOTO: CMTV
Uma antiga agente de execução confessou esta terça-feira, no Tribunal de Aveiro, ter-se apropriado de quase 200 mil euros, resultantes de penhoras e vendas em processos executivos.

No início do julgamento, em que responde por um crime de peculato, a arguida, de 53 anos, assumiu ter praticado os factos, reconhecendo que houve “falhas” nos valores recebidos, mas não conseguiu precisar as quantias concretas.

“Não fiz por mal. Se fosse hoje, não tinha feito”, disse, manifestando arrependimento. A agente de execução, que tinha escritório em Águeda, afirmou ainda que não pretendia lesar ninguém.

Tribunal de Aveiro Aveiro crime lei e justiça
Ver comentários