Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Falta de pessoal leva PJ a tirar três meses ao estágio

Governo aceita proposta do diretor nacional e encurta estágio de um ano para 9 meses.
João Tavares 13 de Julho de 2019 às 10:46
Luís Neves fez o pedido e Francisca Van Dunem concordou. O estágio dos novos inspetores foi reduzido ao mínimo
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Luís Neves fez o pedido e Francisca Van Dunem concordou. O estágio dos novos inspetores foi reduzido ao mínimo
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Luís Neves fez o pedido e Francisca Van Dunem concordou. O estágio dos novos inspetores foi reduzido ao mínimo
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Em abril, quando empossava 120 novos inspetores da Polícia Judiciária, a ministra da Justiça disse estar determinada em "regularizar a renovação dos quadros" daquela instituição.

E agora tomou mais uma decisão nesse sentido: encurtar o estágio desses 120 inspetores (41ª curso) de um ano para nove meses.

Também os 40 elementos do 42º curso – ainda em formação – vão ser abrangidos. Uma medida que vai assim ajudar a colmatar a falta de pessoal.

Em Diário da República, a ministra Francisca Van Dunem diz que esta redução de três meses no estágio justifica-se com a "necessidade do reforço do pessoal da carreira de investigação criminal e a suficiência do estágio durante nove meses para aquisição de competências e a preparação daqueles trabalhadores para o exercício das respetivas funções".

A proposta partiu do Diretor Nacional da Polícia Judiciária, Luís Neves, fixando-se agora a duração do estágio da carreira de investigação criminal da PJ no mínimo permitido por lei: 9 meses.

Está já em fase concursal a abertura de mais 100 vagas. Assim, no espaço de três anos, entrarão 260 novos elementos.

"Isto vai acelerar a entrada de inspetores"
O presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da PJ disse ao CM que este processo "vai acelerar a entrada de inspetores", mas deixa um alerta.

É que nos próximos três anos vão reformar-se cerca de 150 inspetores.

"Estas entradas ajudam mas não colmatam a falta de meios", avança Ricardo Valadas: "A ministra reconhece a falta de meios e tem feito um grande esforço para atenuar as necessidades da PJ".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)