Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Viseu vai transformar central de camionagem

Centro de operações vai servir os vários operadores interurbanos e internacionais de transportes públicos.
Tiago Virgílio Pereira 7 de Janeiro de 2019 às 06:00
As obras da nova central de camionagem de Viseu vão começar este ano e serão um investimento de  quatro milhões de euros
As obras da nova central de camionagem de Viseu vão começar este ano e serão um investimento de  quatro milhões de euros
As obras da nova central de camionagem de Viseu vão começar este ano e serão um investimento de  quatro milhões de euros
As obras da nova central de camionagem de Viseu vão começar este ano e serão um investimento de  quatro milhões de euros
As obras da nova central de camionagem de Viseu vão começar este ano e serão um investimento de  quatro milhões de euros
As obras da nova central de camionagem de Viseu vão começar este ano e serão um investimento de  quatro milhões de euros
As obras da nova central de camionagem de Viseu vão começar este ano e serão um investimento de  quatro milhões de euros
As obras da nova central de camionagem de Viseu vão começar este ano e serão um investimento de  quatro milhões de euros
As obras da nova central de camionagem de Viseu vão começar este ano e serão um investimento de  quatro milhões de euros
A atual central de camionagem de Viseu vai ‘lavar a cara’ e transformar-se no Centro de Operações para a Mobilidade de Viseu. Na prática, vão ser criadas condições para a manobra dos diferentes operadores interurbanos e internacionais de transportes públicos, incluindo os transportes urbanos de Viseu e os restantes operadores de transporte rodoviário de e para o concelho de Viseu.

As obras devem começar no final do ano e representam um investimento superior a quatro milhões de euros.

A obra, que vai manter a traça arquitetónica da atual estação, será dividida por duas fases, com o intuito de "causar o mínimo de transtorno possível aos cidadãos", esclareceu o presidente da câmara.

"Numa primeira fase, vai ser feito o estacionamento, e depois o transporte passa para o estacionamento, para que a obra da central propriamente dita avance, mantendo-se em funcionamento ao mesmo tempo que as obras decorrem, sem transtornos", complementou Almeida Henriques.

O objetivo passará por melhorar a qualidade do espaço, que ficará mais moderno e atrativo, ao mesmo tempo que se pretende melhorar a rede de transportes públicos de passageiros com o meio urbano e dar condições mais atrativas aos passageiros.

Pelo que está previsto, o novo centro de mobilidade terá salas de espera, um mecanismo digital de informação da saída e chegada de todas as carreiras, terá escadas rolantes e acessos para pessoas com mobilidade reduzida e apresentará melhores condições para os passageiros e próprios operadores.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)