Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Casa Aberta para vacinação Covid em 236 pontos do País. Saiba onde

Primeira e segunda doses devem ser dadas no mesmo local.
Edgar Nascimento 30 de Junho de 2021 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Casa Aberta para vacinação Covid em 236 pontos do País
Há 236 pontos de norte a sul do País com a modalidade Casa Aberta para imunização. Trata-se de uma iniciativa que permite aos utentes com idade igual ou superior a 50 anos serem vacinados, com a primeira dose e sem agendamento prévio. Não podem, no entanto, dirigir-se a qualquer ponto, mas sim “ao centro de vacinação do local onde está inscrito no centro de saúde, normalmente correspondendo ao da sua área/zona de residência”, pode ler-se na página da internet do Serviço Nacional de Saúde, onde consta a lista dos centros de vacinação. A primeira e a segunda doses devem ser administradas no mesmo local. Uma orientação da Direção-Geral da Saúde esta terça-feira publicada indica que os postos de imunização vão passar a ter a presença de uma força de segurança, bem como voluntários no apoio às pessoas a vacinar.

O horário da Casa Aberta varia consoante o ponto do País. Em Lisboa, por exemplo, a câmara alargou o horário dos centros de vacinação, com base no aumento da disponibilidade de doses. A partir desta quarta-feira haverá pontos destinados à administração de vacinas que estarão a trabalhar mais uma hora e meia do que o normal, incluindo ao fim de semana, de forma a que seja atingido o ritmo de 65 mil inoculações por semana, na capital. Os pavilhões da Ajuda e Manuel Castelo Branco e a Altice Arena passam a funcionar até às 21h00.

Conheça, aqui, todos os pontos do País.

Ministro partilha “frustração” de pais
O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, disse partilhar a frustração das famílias e comunidades escolares pelo fecho de escolas no Algarve, mas remeteu a responsabilidades para as autoridades de saúde.

128 surtos e 569 casos em escolas nacionais
Há 128 surtos de Covid-19 nas escolas públicas, privadas e do setor cooperativo, mais 44 do que há duas semanas, segundo a Direção-Geral da Saúde. Há 569 casos de infeção entre alunos, profissionais das escolas e coabitantes dos mesmos.

Ver comentários