Governo altera lei que regula apoio à vida independente de pessoas com deficiência

Alteração ao Modelo de Vida Independente surge na sequência da ação de protesto de Eduardo Jorge.
Por Lusa|06.12.18
O Modelo de Apoio à Vida Independente vai passar a incluir um período de transição de seis meses para quem esteja numa resposta residencial e queira candidatar-se a um assistente pessoal, anunciou esta quinta-feira o Governo.

Em comunicado, o gabinete do ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social adianta que o decreto-lei 129/2017, que cria o Modelo de Apoio à Vida Independente, vai ser alterado "para que possa existir um período de adaptação entre a resposta residencial e a assistência pessoal".

Esta alteração prevê, assim, a "criação de um período de transição de seis meses entre as duas respostas sociais".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!