Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Dezenas de elefantes mortos em santuário da vida selvagem

Caçadores furtivos atacaram os animais no Delta do Okavango, no Botswana.
4 de Setembro de 2018 às 11:53
Elefantes encontrados no Delta do Okavango
Elefantes encontrados no Delta do Okavango
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Elefantes encontrados no Delta do Okavango
Elefantes encontrados no Delta do Okavango
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Elefantes encontrados no Delta do Okavango
Elefantes encontrados no Delta do Okavango
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana
Comunidade de elefantes no Botswana

Dezenas de elefantes foram mortos junto a um santuário da vida animal no Delta do Okavango, no Botswana. A organização "Elefantes sem fronteiras", que luta pela conservação da espécie, encontrou 87 cadáveres nas últimas semanas.

Os elefantes terão sido mortos por caçadores furtivos que conseguiram entrar na área considerada um refúgio seguro para a espécie. O Botswana tem a maior comunidade de elefantes do mundo, com cerca de 130 mil exemplares, número que mantém há cerca de 15 anos.

"Estou chocado, estou completamente perplexo. A escala de caça furtiva a elefantes é, de longe, a maior que já vi ou li em qualquer parte de África até hoje", confessou o responsável da organização Mike Chase, em declarações à BBC.

Com a tomada de posse do presidente Mokgweetsi Masisi, o governo do Botswana desarmou as unidades investigadoras da caça furtiva, em maio deste ano. De acordo com a imprensa internacional, os números de elefantes caçados preocupam os cientistas, que garantem que irão ser encontrados mais animais mortos.

Para além dos elefantes, os cientistas registaram o abate de pelo menos cinco rinocerontes brancos, no espaço de três meses.

Recorde-se que estes animais são capturados devido ao elevado valor que o marfim atinge no mercado internacional.

Elefantes Delta do Okavango Mokgweetsi Masisi Botswana Mike Chase África ambiente caça furtiva caçadores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)