Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Aumenta quantidade e valor do peixe nas lotas algarvias

Barcos trouxeram para terra 6953 toneladas de peixe, mais 12% do que em 2018.
José Carlos Eusébio 11 de Setembro de 2019 às 08:38
Pesca
Pescadores
Pesca
Pescadores
Pesca
Pescadores
A quantidade peixe transacionada nas lotas algarvias aumentou mais de 12% nos primeiros seis meses deste ano, segundo dados da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM). O preço médio do pescado também registou uma subida, em relação a igual período do ano passado.

"Este ano está a ser muito bom, quer na quantidade quer no valor, depois de alguns anos passados terem sido de miséria", salienta ao CM Miguel Cardoso, presidente da Olhãopesca - Organização de Produtores de Pesca do Algarve.

No total, os pescadores algarvios capturaram 6953 toneladas de peixe, o que se traduz num acréscimo de 763 toneladas, em comparação com o período homologo do ano anterior.

No que diz respeito ao preço obtido na venda em lota, a DGRM revela que foi alcançado o valor médio de 3,96 euros por quilo, o que também representa um aumento em relação a igual período de 2018, altura em que o preço não passou de 3,49 euros.

Miguel Cardoso revela que, este ano, os pescadores têm encontrado "mais peixe no mar". Além disso, o dirigente associativo afirma que "a procura também tem crescido" por parte dos consumidores, o que influencia o preço.

Olhão foi a lota que mais vendeu em toda a região
A lota de Olhão foi a que transacionou a maior quantidade de peixe no Algarve (3486 toneladas), registando um aumento de 7,9% em relação a igual período do ano passado. A segunda mais importante foi a de Portimão (1833 toneladas), com um crescimento de 17,9%.

Polvo e cavala foram espécies mais pescadas
O polvo foi a espécie mais capturada (mais de 1500 toneladas), tendo o preço médio por quilo rendido 6,69 euros. A cavala foi a segunda espécie mais desembarcada nas lotas da região, com mais de 1100 toneladas, cifrando-se o valor em 43 cêntimos por quilo, segundo os dados da DGRM.

PORMENORES
Sardinha capturada
A pesca da sardinha só abriu no dia 3 junho. Em menos de dois meses foram capturadas mais de 564 toneladas. O preço médio por quilo foi de 1,41 euros.

Preço desceu no País
Ao contrário do que aconteceu no Algarve, no conjunto de todas as lotas do continente o preço médio desceu 1,23%, cifrando-se em 2,41€/quilo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)