Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Ex-ministros arguidos no processo das Parcerias Público-Privadas

Paulo campos foi também constituído arguido no inquérito.
António Sérgio Azenha 4 de Março de 2020 às 08:49
Mário Lino
António Mendonça também tutelou as Obras Públicas, sucedendo a Mário Lino
Teixeira dos Santos
Paulo Campos exerceu funções de secretário de Estado das Obras Públicas quando Mário Lino liderava esta pasta
Mário Lino
António Mendonça também tutelou as Obras Públicas, sucedendo a Mário Lino
Teixeira dos Santos
Paulo Campos exerceu funções de secretário de Estado das Obras Públicas quando Mário Lino liderava esta pasta
Mário Lino
António Mendonça também tutelou as Obras Públicas, sucedendo a Mário Lino
Teixeira dos Santos
Paulo Campos exerceu funções de secretário de Estado das Obras Públicas quando Mário Lino liderava esta pasta
Mário Lino, Teixeira dos Santos e Paulo Campos, ex-ministros das Obras Públicas e das Finanças e ex-secretário de Estado das Obras Públicas nos governos de José Sócrates, foram constituídos arguidos, na semana passada, no processo das Parcerias Público-Privadas (PPP).

Ao CM, Mário Lino confirmou ter sido constituído arguido e adiantou que vai ser ouvido na próxima semana no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Teixeira dos Santos e Paulo Campos não fizeram comentários.

António Mendonça, ex-ministro das Obras Públicas, e Carlos Costa Pina, ex-secretário do Tesouro, terão sido também constituídos arguidos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)