Marinha fez varrimentos de sonar em Borba mas nada relevante foi encontrado

Sonar lateral e veículo autónomo do Instituto Hidrográfico estão a trabalhar no lago da pedreira.
Por Sérgio A. Vitorino|24.11.18

Os militares da Marinha que estão a colaborar com as buscas em Borba realizaram, na manhã deste sábado, vários varrimentos de sonar mas não foi encontrado nada de relevante, adiantou ao CM fonte oficial.

O sonar lateral e um veículo autónomo do Instituto Hidrográfico, operado por especialistas desse organismo com o auxílio de mergulhadores da Armada, está a trabalhar no lago da pedreira para onde foram arrastados dois carros pela derrocada da estrada municipal entre Borba e Vila Viçosa, e onde estarão os três homens desaparecidos.

Para investigar melhor esses contactos de sonar encontra-se no local, em apoio à Marinha, uma equipa do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC-TEC), do Porto, com um equipamento chamado EVA.

Trata-se de um sonar de controlo remoto desenvolvido para aquele ambiente específico e exploração e mineração subaquática. É mais pequeno e conta com um sonar multifeixe, que gera uma imagem a 3D (dimensões) "de alta discriminação", explica a mesma fonte.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!