Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época

Castillo e Jardel marcaram os golos da partida.
Lusa 10 de Julho de 2018 às 21:34
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
Benfica vence Napredak no primeiro teste da pré-época
O Benfica venceu esta terça-feira, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, os sérvios do Napredak, por 3-0, no primeiro jogo de preparação da pré-época das 'águias', a contar para o Torneio Internacional do Sado.

Todos os golos da partida foram apontados no primeiro tempo. O reforço Castillo abriu a contagem aos 18 minutos e o defesa Jardel bisou, aos 22 e 41 minutos, e foi o outro marcador de serviço numa partida em que a equipa de Rui Vitória foi sempre superior.

Sem Luisão (lesionado) e Samaris (juntou-se ao grupo mais tarde) entre os convocados, o Benfica apresentou um onze com duas das caras novas do plantel: o argentino Conti e o chileno Castillo, além da inclusão dos jovens João Félix e Gedson.

Sem precisar de se aplicar muito frente a um adversário claramente inferior - sétimo classificado da última edição do escalão principal sérvio -, a equipa de Rui Vitória não sentiu dificuldades em controlar o jogo desde o apito inicial.

O primeiro golo surgiu aos 18 minutos por intermédio do avançado Castillo. Assistido por Pizzi, o jogador oriundo do Pumas (México) desferiu um remate cruzado e colocado que não deu hipóteses ao guardião dos sérvios, Petrovic Nikola.

Volvidos quatro minutos foi a vez do defesa Jardel apontar o 2-0. O brasileiro, após cruzamento de Grimaldo no flanco esquerdo, cabeceou colocado para fora do alcance do guardião dos sérvios.

Antes do intervalo, aos 41 minutos, o Benfica fez o 3-0 com toda a naturalidade. Jardel bisou no encontro depois de canto cobrado na direita por Pizzi, internacional português que também bisou nas assistências.

Na segunda parte, o treinador Rui Vitória mudou o onze por completo. André Ferreira, Alex Pinto, Lema, Lisandro López, Yuri Ribeiro, Alfa Semedo, Keaton Parks, Heriberto, Cervi, Ferreyra e Jonas foram a jogo, mantendo-se o Benfica dominador na partida.

As melhores ocasiões que as 'águias' tiveram no segundo tempo foram através dos argentinos Lema e Ferreyra. Aos 59 e 68 minutos, respetivamente, ambos os jogadores levaram a bola a embater no ferro da baliza do adversário.

Aos 73 e 86 minutos, o Napredak dispôs das suas melhores ocasiões de golo no encontro. Vukanovic Aleksa e Eskic Nikola não conseguiram ultrapassar o guarda-redes André Ferreira, que fez duas intervenções de grande nível.

Após o fim do jogo, Benfica e Napredak marcaram cinco grandes penalidades cada para o caso de empate no final do Torneio Internacional do Sado, prova triangular em que também participa o Vitória de Setúbal.

As 'águias' foram mais fortes da marca dos 11 metros, vencendo por 4-3. Chiquinho, Jonas, Ferreyra e Keaton Parks marcaram, enquanto Lema foi o único benfiquista a falhar a execução, ao permitir a defesa do guardião sérvio.

Jogo disputado no Estádio do Bonfim, em Setúbal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)