Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Estimativa avança que Reino Unido vai perder 169 mil milhões de euros se sair da UE sem acordo

País vai sair da União Europeia a 29 de março de 2019, período de transição que durará até ao final de 2020.
Lusa 28 de Novembro de 2018 às 09:46
Brexit Reino Unido
União Europeia
Reino Unido
Reino Unido
Brexit Reino Unido
União Europeia
Reino Unido
Reino Unido
Brexit Reino Unido
União Europeia
Reino Unido
Reino Unido
O Reino Unido pode perder 150 mil milhões de libras (169 mil milhões de euros) na sua produção económica em 15 anos se o país sair da União Europeia (UE) sem acordo, noticiou esta quarta-feira o jornal The Daily Telegraph.

O diário britânico divulgou as estimativas do Tesouro britânico, informações reveladas antes de o Banco da Inglaterra publicar esta quarta-feira a análise sobre o impacto económico do acordo do 'Brexit', negociado pelo Governo britânico e aprovado pelos 27 Estados-membros da UE no último domingo.

Segundo o jornal, o plano do 'Brexit' defendido pela primeira-ministra britânica conservadora Theresa May, custaria uma perda de produção de 40 mil milhões de libras (45 mil milhões de euros) no mesmo período.

A análise do Tesouro afirma que com o acordo de Theresa May, o Produto Interno Bruto (PIB) britânico ficaria entre 1% e 2% menor em 15 anos do que em relação ao valor obtido se permanecesse na UE, em comparação com os 7,5% no caso de Londres sair do bloco sem acordo.

O Banco de Inglaterra indicou que irá publicar a análise para dar tempo ao Parlamento para avaliar os dados antes de 11 de dezembro, data em que a Câmara dos Comuns vai votar o acordo do 'Brexit', negociado entre Londres e Bruxelas durante 18 meses.

Vários deputados conservadores eurocéticos, o Partido Trabalhista e o Partido Unionista Democrático (DUP) da Irlanda do Norte já manifestaram a sua oposição e espera-se que votem contra o acordo na Câmara dos Comuns a 11 de dezembro.

O Reino Unido vai sair da UE em 29 de março de 2019, quando começará um período de transição que durará até ao final de 2020 e durante o qual ambas as partes esperam negociar o futuro relacionamento comercial e de segurança.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)