Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Juízes admitem fracasso total na prevenção e combate às ‘fake news’

Bolsonaro suspeito em campanha de notícias falsas no Brasil.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 20 de Outubro de 2018 às 06:00
Bolsonaro é favorito à vitória na segunda volta das presidenciais, no dia 28
Bolsonaro foi acusado por Haddad de fazer campanha de mensagens falsas
Jair Bolsonaro
Fernando Haddad
Bolsonaro é favorito à vitória na segunda volta das presidenciais, no dia 28
Bolsonaro foi acusado por Haddad de fazer campanha de mensagens falsas
Jair Bolsonaro
Fernando Haddad
Bolsonaro é favorito à vitória na segunda volta das presidenciais, no dia 28
Bolsonaro foi acusado por Haddad de fazer campanha de mensagens falsas
Jair Bolsonaro
Fernando Haddad
Sob anonimato, para não serem arrolados como testemunhas em processos sobre o assunto, juízes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reconheceram que o órgão falhou redondamente na prevenção e combate às ‘fake news’ (notícias falsas).

Os magistrados reconheceram que a estrutura montada no TSE para travar a propaganda enganosa com fins eleitorais foi ineficaz e criticam a morosidade da presidente do TSE, Rosa Weber, em se aperceber da gravidade da situação e em tomar medidas, acusando-a, ainda, de só dialogar com alguns juízes, deixando de lado os responsáveis pela fiscalização.

O PT instaurou na quinta-feira uma ação pedindo a inelegibilidade do candidato de extrema-direita Jair Bolsonaro, favorito nas presidenciais, acusando-o pela campanha de ‘fake news’ contra o candidato do PT, Fernando Haddad, o que configura fraude eleitoral.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)