Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Quem são Joanna e Thomas, o casal proprietário do 'camião do horror' que foi detido por tráfico humano e homicídio

Casal de 38 anos nega envolvimento e diz que venderam o veículo há 13 meses.
Correio da Manhã 25 de Outubro de 2019 às 16:21
Joanna e Thomas Maher
Trinta e nove mortos encontrados dentro de camião no Reino Unido
Camião
Caso do camião no Reino Unido chocou o mundo. Foram encontrados 39 migrantes mortos
Joanna e Thomas Maher
Trinta e nove mortos encontrados dentro de camião no Reino Unido
Camião
Caso do camião no Reino Unido chocou o mundo. Foram encontrados 39 migrantes mortos
Joanna e Thomas Maher
Trinta e nove mortos encontrados dentro de camião no Reino Unido
Camião
Caso do camião no Reino Unido chocou o mundo. Foram encontrados 39 migrantes mortos
A identidade do homem e da mulher de 38 anos que foram esta sexta-feira detidos por suspeita de tráfico humano e homicídio de 39 pessoas já foi revelada. Ao que tudo indica trata-se dos proprietários do camião, marca sueca Scania, registado na cidade portuária búlgara de Varna, junto ao Mar Negro.

Chamam-se Joanna Maher e Thomas e prestaram esta quinta-feira declarações, ao jornal britânico Daily Mail, negando que aquele camião fosse atualmente deles. O casal alegou que possuíam a empresa e chegaram a possuir o veículo, mas que o tinham vendido "há 13 meses".

Joanna acrescentou ainda que este tinha sido vendido a uma empresa em Monaghan, na Irlanda, perto de onde morava o motorista de camião Mo Robinson.

Ao Daily Mail, Joanna disse ainda que o que aconteceu no 'camião do horror foi "nojento". "Fui à polícia britânica porque éramos os proprietários [do camião] registados na Bulgária", alegou. "Eu própria telefonei para eles. Eles estavam felizes por termos ido falar com eles", acrescentou ainda.

"Eles sabem muito bem com quem estão a lidar e não é
bom estar associado a isto", afirmou. A mulher concluiu ainda: "Estamos chocados."

Robinson, de 25 anos, foi detido sob suspeita de homicídio na quarta-feira. Era ele que conduzia o camião Scania em Grays, Essex, no Reino Unido.
Ver comentários